10 de mar de 2015

Sobre essa vida "sem salário nem carteira assinada" - Parte II

Um campo para chamar de meu!

Quem me conhece a mais tempo e acompanha minhas andanças, sabe que eu tenho dedicado minha vida trabalhando em comunidades carentes.

Primeiro foi o Flexal II lá em Cariacica Espírito Santo. A favela mais linda do mundo, tive o privilégio de viver e aprender trabalhando ali por 3 anos.


Depois veio a Vila Dias, minha comunidade do coração. Pequena na extensão geográfica e gigantesca nos desafios e oportunidades... Foram 4 anos onde aprendi e trabalhei igual gente grande.

 

Agora é a vez do Vale Azul um bairro rural espremido entre Maringá e o município de Sarandi aqui no Paraná! Será minha primeira vez num contexto rural. Faz 1 mês que comecei a apoiar o trabalho que já é feito por lá e posso dizer... Mais um lugar pra chamar de meu!

"O Reino dos céus é como um tesouro escondido num campo. Certo homem, tendo-o encontrado, escondeu-o de novo e, então, cheio de alegria, foi, vendeu tudo o que tinha e comprou aquele campo."
Mateus 13:44


Não tenho salário, nem carteira assinada e mesmo assim posso dizer que tenho o melhor trabalho do mundo. Faço o que me realiza, dedico minha vida para que outros tenham uma vida ainda melhor e de quebra ainda aprendo tanto... São novas habilidades e capacidades que eu nem sonhava em alcançar.

Já pensei em parar, em desistir e procurar um emprego com salário de verdade, já pensei em mudar de área e trabalhar em alguma outra coisa mesmo dentro da Jocum.
Mas a verdade é que quando você encontra um tesouro, você não não abre mão... Pelo contrário, se enche de alegria e após vender tudo o que possui compra o campo só para poder chamar de seu!

E esse é o meu campo... Essa é a minha parte!

Sou chamada por Deus para dedicar minha vida e trabalhar em comunidades carentes.
Amo ver crianças pequenas ouvindo histórias sobre Deus e entendendo quem Ele é e acreditando no seu poder. Amo ver mulheres chegando ao entendimento de que a solução pra sua família destruída é levar Jesus pra dentro de casa. Homens se tornando homens de verdade, não mais uma versão machista e abusiva. Sem contar nos adolescentes que descobrem que existe um mundo de oportunidades saudáveis para ser explorado e conquistado. Meninas que  rompem com o ciclo vicioso e ao invés de engravidar na adolescência vão se formar e alcançar os sonhos que pareciam tão impossíveis. E por aí vai.
Tudo isso eu já vi... Tudo isso eu quero ver de novo.

Isso é o Reino de Deus. E você, tem um campo para chamar de seu?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...