30 de jan de 2014

Zelia Duncan já dizia...

"O deserto que atravessei
Ninguém me viu passar
Estranha e só
Nem pude ver
Que o céu é maior
Tentei dizer
Mas vi você
Tão perto de chegar
Mas perto de algum lugar..." By Zelinha Duncan

Conhece o deserto?
Eu sim!

Familiar... Interminável... Essencial.

Conhece o deserto?
Aquele lugar onde tudo o que há em volta é sequidão e monocromia.
Lugar de extremos: Calor extremo durante o dia... Frio extremo durante a noite.
Desconhecido, ameaçador, interminável.

Existem desertos que estão dentro de nós, em volta de nós.
Existem desertos enigmáticos, difíceis, insuportáveis. 

No fim no fim... Caminhar no deserto é para aqueles que se permitem provar. 
E que prova!

"Ele os conduziu pelo imenso e pavoroso deserto, por aquela terra seca e sem água, de serpentes e escorpiões venenosos. Ele tirou água da rocha para vocês,
e o sustentou no deserto com maná, que os seus antepassados não conheciam, para humilhá-los e prová-los, a fim de que tudo fosse bem com vocês."
Deuteronômio 8:15-16

É assim! Nem tudo são flores. Existem momentos de sequidão, onde tudo o que se vê é um vasto e temível deserto.

Um comentário:

  1. No deserto aprendemos muito...E saimos pessoas melhores...Estou aqui se precisar!

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...